21.4.15

Diário de Viagem: I amsterdam

Amsterdam é a cidade mais incrível que eu já visitei na vida! Fizemos a rota Bruxelas-Amsterdam novamente com a MegaBus e a viagem foi bem tranquila, porém






nossa chegada na cidade foi desastrosa. A parada do megabus em Amsterdam é bem longe do centro da cidade, e diferente de todos as outras paradas, não havia nenhum taxi para nos levar para o hotel. Foi um mini desespero, pedimos informação para um morador (crente que ele ia chamar um taxi para gente) e a resposta dele foi: "aqui usamos transporte público". Oi? Como assim usar o transporte público depois de uma viagem longa e carregando várias malas? Ok. Challenge accepted. 

Estávamos próximos a um ponto de "bondinho" e com muito custo conseguimos descobrir em que ponto deveríamos saltar. Bondinho lotado, todos em pé com as malas e sabíamos que precisávamos trocar de linha no centro. Acho que todos nós já estávamos pensando que seria o pior dos lugares, porque a hora de chegada já deixa aquela primeira impressão. Porém, para nossa surpresa, o centro da cidade é uma coisa surreal! É MUITO lindo! Já no bondinho, mesmo lotado e com as malas, podemos ver os lindos canais de Amsterdam, muita gente na rua e um céu maravilhoso!  

Foi bem fácil usar o transporte público e ele nos deixou bem perto do nosso hotel. Aqui vai uma lista de coisas que considero importante saber antes de chegar na cidade:
  • Os bondes que circulam a cidade possuem um guichê para pagar bem no meio, então tem que entrar pelo meio e pagar. 
  • Quando não tem guichê tem que pagar com o motorista, na frente. 
  • Quando não tem guichê e nem motorista, eu não sei o que fazer até agora. Alguém sabe? Entramos em um assim e foi um desespero só, saímos na mesma hora. rs
  • Jamais em hipótese alguma fique na ciclovia. Preste atenção no piso e nos sinais quando estiver andando a pé na rua. Ciclistas estão sempre com pressa e não estão nem aí para os turistas.
Estou com problemas para escrever esse post por motivos de: Amsterdam foi sem sombra de dúvidas meu lugar favorito em toda a viagem. Não sei como organizar isso, então vamos aos pontos turísticos.
❤ Heinekein Experience
Eu sou fã da Heinekein, é minha cerveja predileta! A heinekein experience te leva para uma experiência incrível. Trata-se de um passeio que vai desde o desenvolvimento da cerveja até os dias atuais, com direito a "boate" e tudo. Uma viagem na história com efeitos super modernos, muita interação, fotos, brindes e amostrinhas. É um passeio indispensável, mesmo para que não bebe. No final de tudo ainda é possível personalizar a sua própria garrafa.





❤ O anexo secreto da Anne Frank 
Desde que assisti A culpa é das estrelas que sou DOIDA para conhecer o anexo (aliás a cidade inteira). Eu já tinha lido o livro o Diário de Anne Frank e assistido ao documentário, mas só soube da real existência do anexo para visitantes assistindo o filme baseado na história de John Green mesmo. É impossível não se emocionar lá dentro, cada cômodo da casa possui objetos, frases e vídeos contando um pouco da história da família (e agregados) que ficaram tanto tempo refugiados naquele pequeno anexo. Me decepcionei pelo fato de não haver nenhuma mobília nos cômodos, eu estava meio que esperando uma réplica de como era na época - talvez isso fosse meio óbvio, porque não existe espaço para visitantes+mobília. Mas foi frescura minha, ainda assim é uma atração maravilhosa!





Indico que leiam o livro, ou pelo menos assistam ao documentário antes, para não ficar boiando lá dentro. 
❤ Museu Madame Tussauds
Eu já conhecia o museu Madame Tussauds de NY, mas como meus pais ainda não tinham tido essa experiência, resolvemos ir no de Amsterdam. O museu conta com diversas celebridades esculpidas em cera. Quem já conhece sabe o quanto elas são reais e incríveis. A exposição de Amsterdam é BEM menor do que a de Nova York, mas foi bem legal. Adoramos os souvenirs que são vendidos por lá, com direito a fotos, imãs e chaveiros personalizados.


❤ Red Light District
O que dizer do distrito vermelho? Lá é o lugar mais liberal do planeta, só indo para sentir de verdade rs Para quem não sabe do que estou falando, é aquele lugar famoso onde as mulheres que fazem programa ficam nas vitrines. Além das vitrines, tem sex shops, casas de show, cinema erótico, museu do sexo, da maconha, da prostituição, etc. O mais impressionante é ver famílias inteiras, incluindo as crianças, passeando por lá. Eu achava que seria um clima meio pesado, mas é totalmente o oposto, um clima descontraído e divertido. Por incrível que pareça, voltamos mais de uma vez! Must go.



❤ Sightseeing City Bus e Passeio de barco pelos canais 
Fechamos dois pacotes com essa empresa, a do passeio de ônibus - fizemos em Dublin e em Londres também - e o passeio de barco pelos canais. Assim, fizemos um tour por toda a cidade! O passeio de barco é imperdível, muito gostoso e durou uma hora mais ou menos. Já o de ônibus é igual o de todos os outros lugares, passa pela cidade inteira e podemos saltar e pegar o próximo, super válido para quem não tem muito tempo para conhecer tudo.


❤ Rijkmuseum e I amsterdam
Nosso hotel era bem perto do museu, para quem não sabe é na frente desse museu que todos vão tirar a famosa foto na escultura "I amsterdam". É uma parada obrigatória para todos os visitantes! No inverno tinha uma pista de patinação no gelo bem em frente, super divertido. 


❤ Vondelpark 
Outra atração que ficava muito próxima do nosso hotel, passávamos andando por lá todos os dias para cortar caminho. O parque é uma delícia, mesmo no inverno. Pela primeira vez na vida vi gaivotas tentando nadar no laguinho congelado... que dó! Bom que rendeu boas fotos. Muita gente faz o passeio de bicicleta por lá, mesmo no inverno. Nós não alugamos bicicletas porque o frio tava demais, fora a preguiça, mas existia a possibilidade. 





❤ Passeio pela cidade
Além de tudo isso, ainda separamos um dia para passear pela cidade. Fizemos compras, conhecemos uma feira famosa de flores e entramos em algumas dessas exposições doidas. Acho válido deixar uns dias livres para se fazer qualquer coisa. Ainda quero muito conhecer essa cidade no verão! 








Foram 4 noites MARAVILHOSAS, por lá. Foi o único lugar que me arrependi por ter passado tão pouco tempo. Acho que deixaria pelo menos 6 noites e conheceria um pouco mais, inclusive os moinhos que ficam nas cidades próximas. O post ficou grande e eu tenho a impressão que não consegui falar quase nada, de tanto que gostei dessa cidade. Para saber mais sobre as viagens, visitem os posts anteriores:


Depois de Amsterdam pegamos um voo para Irlanda, e no próximo post eu vou escrever sobre Dublin e Cork :)

Beijos!


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...